16 de maio de 2010

" " ou – ?

Aspas ou travessão?

Aspas e travessão são usados para indicar declaração textual de alguém. As aspas são usadas quando a declaração está inserida no meio de um parágrafo. O uso do travessão ocorre quando a declaração inicia e toma o parágrafo inteiro ou a maior parte dele. Deve-se preferir o uso de travessão quando a declaração é composta por mais de uma frase, e de aspas quando a declaração não se constitui em uma frase completa.

Para citação de textos de documentos, leis, artigos, notícias etc., são usadas aspas.
Acessado em: 16/05/2010

************************************

Travessões ou aspas?

Muitos escritores iniciantes ficam em dúvida quanto à escolha do formato dos seus diálogos. Afinal, deve-se usar travessões ou aspas? A dúvida é compreensível, pois inúmeras são as formas com que se pode trabalhar os diálogos.

Abaixo seguem alguns exemplos de sistemas de diálogos adotados em diversos países, de acordo com SILVEIRA (2004, p. 216)*:

1 - Sistema francês:

– Então, perguntou a mulher, como se sente?

2 - Sistema espanhol ou italiano:

– Então – perguntou a mulher –, como se sente?

3 - Sistema inglês:

– “Então”, perguntou a mulher, “como se sente”?

Ainda de acordo com SILVEIRA, os sistemas francês e espanhol são os geralmente usados entre nós. O sistema inglês deve ser rejeitado.

Particularmente, não vejo motivos mais sérios para rejeitar o sistema inglês, senão pela redundância das aspas, as quais deixam, a meu ver, o texto mais sujo. Aliás, já encontrei em obras uma variante do sistema inglês em que não se usa o travessão (–).

Exemplo:

“Então”, perguntou a mulher, “como se sente”?


Exemplo:

—Então —perguntou a mulher—, como se sente?

Vale lembrar que o travessão mais curto (–) é obtido digitando-se a combinação de teclas alt + 0150 e o travessão mais longo (—) com a combinação ctrl + alt + traço do teclado numérico. Lembre-se de que ambos diferem sobramaneira do hífen (-) comumente usado como se travessão fosse, uso errôneo que deve ser evitado.

* SILVEIRA, Breno. A arte de traduzir. São Paulo: Melhoramentos: Editora UNESP, 2004.
http://www.portalliteral.com.br/artigos/travessoes-ou-aspas
Texto de Helton Cenci, Porto Alegre (RS)
Acessado em: 16/05/2010


Esse material eu pesquisei e comentei nas aulas de LPO  das 5ªs séries.
Postar um comentário