8 de agosto de 2014

Vatertag in Deutschland - Dia dos Pais na Alemanha

Neste domingo, dia 10 de agosto,  é comemorado o dia dos pais aqui no Brasil. Na Alemanha ele é comemorado 40 dias depois da Páscoa,  no dia da Ascensão de Jesus (regresso de Jesus como filho de Deus até o céu) que em alemão significa Christi Himmelfahrt.

No norte e oeste da Alemanha, neste dia, é feriado. Já no sul da Alemanha, lembro que as comemorações que costumam ser feitas nos lugares em que é feriado, ocorreram no feriado do dia 1º de maio, dia do trabalho.

O dia dos pais na Alemanha costuma ser um programa bem família para muitos. Como é  primavera, famílias amigas reúnem-se e aproveitam para passear e realizar trilhas entre a natureza. Em alguns lugares são montados pequenos quiosques para dar conta da demanda e procura da população. Enquanto eu passeava com a minha família anfitriã e amigos, encontramos muitos grupos só de homens e outros de jovens. Quase todos estavam acompanhados de carrinhos de mão com bebidas, comidas e música. Por lá eles chamam esses carros de  Bollerwagen.

Abaixo encontra-se um texto bem interessante escrito por uma jornalista que mora na Alemanha.

" Em algumas regiões da Alemanha, o dia dos Pais também é chamado de Dia dos Homens ou Dia dos Senhores. E isso, por si só, explica as comemorações. É o dia em que eles deixam mulheres e filhos em casa e festejam sozinhos! A festa é cheia de tradições e envolve um estilo muito peculiar da Alemanha de celebrar datas especiais (carnaval, corrida da couve, aniversário de 30 anos e afins). Um carrinho de madeira (Bollerwagen) é decorado e lotado de muita cerveja e outras bebidas alcoólicas mais fortes como Korn, uma espécie de cachaça feita de milho; licores de ervas (Bonnecamp, Undenberg, Jägermeister e afins) e alguns Brezels, porque ninguém é de ferro e precisa de uma comidinha.

O tal do Bollerwagen pode ser puxado a mão (mais comum), mas também existem alguns que são presos à bicicleta ou mesmo com tração animal (mais no interior). Não importa: na prática a comemoração é a mesma. Os homens se reúnem – amigos, parentes e afins, desde os mais jovens até os mais velhos – e saem caminhando para fazer um piquenique alcoólico em algum lugar, rindo e festejando seu dia. A ideia é ficar bem “feliz” com os amigos e depois voltar pra casa.

Bom, o tal do dia – por conta de ser 40 dias depois da Páscoa – cai, geralmente em uma quinta-feira e, por isso, é comum ver celebrações mais familiares atualmente, já que as famílias enforcam a sexta-feira e todos aproveitam os primeiros dias com temperaturas acima de zero pra fazer alguma coisa ao ar livre. Parênteses: sim, aqui na Alemanha também se “enforca” um dia pra fazer feriadão e tem nome pra isso. Se chama Brücketag – algo como “dia ponte” ou parecido.

Com ou sem família, o curioso é que o Dia dos País é um sinônimo de bebedeira por aqui. Autoridades de trânsito revelam que o número de acidentes é três vezes maior nesta data do que em qualquer outra do ano. Além disso, as autoridades policiais também passam trabalho. Uma vez que o Bollerwagen fica vazio, a quantidade de incidentes de violência (brigas!) também se eleva.

Quanto aos presentes, o comércio tenta explorar a data, mas nem de longe lembra o apelo consumista do Brasil. Nesse ponto, aliás, em nenhum momento a Alemanha lembra o Brasil: consumir, por aqui, está muito mais atrelado a satisfazer necessidades básicas do que a acumular roupas, sapatos e badulaques. Aprendi a gostar disso, mas já é assunto pra outro post. Quanto ao dia dos pais, o presente maior fica por conta da colaboração: a mulherada ajuda a organizar o Bollerwagen e a curar a ressaca do dia seguinte!!! " 


http://devoltaanavemae.blogspot.com.br/2011/08/dia-dos-pais-na-alemanha-e-reservado-so.html

 
Aus: http://www.blick7blog.de/